04 novembro 2006

O rio contorna, quase a totalidade do promontório rochoso.
Ou seja, é preciso atravessá-lo.
(foto SNIG)
E para isso há um “caminho das pedras”, que não é difícil mas obriga a molhar os pés.
E depois é preciso trepar.
Chegar ao “território” do Endovélico tem que ser merecido.

1 comentário:

morgane the fairy disse...

São bem mais interessantes as coisas que se conquistam do que aquelas onde se chega sem esforço.

Mas algumas há que nos surgem no caminho. Como se estivessem apenas à espera do momento em que estamos prontos para as descobrir. Essas são mágicas