22 outubro 2006

Do “castelo velho” voltámos a Freixo, para nos dirigirmos ao castelo. Mas no centro nova indicação: a Villa Romana do Prazo,
uma antiga casa agrícola romana com várias ocupações (do século I/II d.C., da segunda metade do século III d.C. e da era de Constantino - século IV d.C., altura do seu apogeu). Para além das construções romanas existem também vestígios do Neolítico Antigo e da Idade Média (igreja).
E agora, a caminho do castelo de Numão, pela EN 222, em direcção a São João da Pesqueira, até ao cruzamento para Numão e Vesúvio.

5 comentários:

garina do mar disse...

não gosto dos romanos! andaram a destruir as minhas terras quando eu era calaica!

Viriato disse...

Quanto a isso, não podia estar mais de acordo!

Anónimo disse...

TANTO CASTRO ABRE-ME O APETITE!
MARCHAVA AGORA UM JOELHO DE PORCO ASSADO NO FORNO COM MOLHO DE MEL E PURÉ DE BATATA DOCE!!! ÓLARILAS!

Obélix disse...

Antes uma pilha de sangliers rôtis. E um bocadinho de poção mágica para ajudar a digestão. Sinto-me tão fraquinho...

Anónimo disse...

AH AH AH! Bem...
Peço desculpa ao Milhas Náuticas pelo meu comportamento pouco próprio de hoje. Peço em meu nome e no da Pirate Girl e da Beta Girl.
Mas a blogosfera é assim mesmo...

tá tá!...