08 fevereiro 2007

Adeus Aveiro! (a caminho da barra)

Saímos do cais onde estavamos amarrados, no "porto bacalhoeiro", pelo "canal principal",
deixámos o terminal Norte do porto comercial a bombordo
e São Jacinto a estibordo (aqui é que se fazia um porto de recreio a sério!)
e fomos cumprimentar o Farol da Barra.

3 comentários:

garina do mar disse...

obrigado João Veiga por confirmar o farolim do molhe oeste de São Jacinto

joao veiga disse...

"Adeus Aveiro" Nunca, Aveiro e Ilhavo, as minhas terras, marinheiras, de alma cheia de sal, adeus nunca adeus, estamos sempre em Aveiro e Ilhavo.
No fundo do horizonte a alegria de chegar a casa, às nossas ruas e becos, aos nossos cheiros,às nossas cores.
O nosso Mar é mais nosso na nossa Barra.
Nunca "Adeus Aveiro"nNunca, está sempre Aveiro e Ilhavo no Mar Oceano à espera de todos os navegantes.
As coisas que o Glenfidich, e hoje " O coração têm três portas" me fazem dizer.
Pois.

garina do mar disse...

no meu dicionário... "adeus" significa "Deus fique (ou vá) contigo"... o que é uma maneira de dizer "fica (ou vai) bem!"

daí até interpretar como "já não volto cá mais!" vai um grande salto oh joão veiga!!! o melhor é não abusar das portas... se duas já dá corrente de ar imagine-se três :)