19 fevereiro 2007

As ilhas Cies

na Galiza, vistas de Baiona.
Mais umas ilhas mágicas, talvez até pelas brumas que normalmente as envolvem. Mas que desta vez levantaram o véu para as podermos admirar. Ou, quem sabe, para nos atrair para os seus mistérios.

8 comentários:

Eugénio disse...

Todos os anos o pessoal lá está, entre passeatas de Baiona a Vigoe e Baiona até às Cies.

Consta que a primeira vez que o pessoal foi até lá, confundiu as rochas que se vêm em primeiro plano com um submarino. E a Nossa Eminencia Reverendíssima (vulgo armador do Veronique) adora cortar caminho e passar pelo meio delas.

nautilus disse...

Ainda não consegui ir lá. Mas "consta" que essas rochas têm muito que se lhes diga. E também já me constou que têm uns nomes bem sugestivos.

LisbonGirl disse...

Também já as vi, mas da praia só! É um passeio bonito: apanhar o ferry boat em Vila Nova de Cerveira e percorrer a costa até Baiona, passando por La Guardia e por um recanto especial - o Mosteiro de Santa Maria de Oya, que dá para a praia. Os monges dedicavam-se à apanha e utilização de algas para fins medicinais.

nautilus disse...

Fiz esse percurso em sentido inverso. E vale também a pena subir a Santa Tecla (ou Santa Tegra): para além da vista magnífica sobre o rio Minho e Portugal, tem um dos castros mais importantes da Galiza.
E já agora, em galego diz-se A Guarda e não La Guardia :).

garina do mar disse...

ainda te lembras dos nomes das pedras? são fixes.. sugestivos, como tu dizes! devem lá ter ficado muitos e outros apanharam uns bons sustos por isso é que têm aqueles nomes...
mas as ilhas são lindas!! já passei por elas com nevoeiro cerrado e já lá estive com sol... e também já passei pelo meio
e o ano passado tentei ir a santa Tegra mas havia por lá uma romaria e não deixavam subir!! mas acho que é mesmo espectacular

joao veiga disse...

Como diz o Bubbles, todos os anos lá vamos, em peregrinação, é de facto um lugar mágico.
Desde o ano passado que é preciso uma autorização especial paralá fundear, mas consegue-se fácil na marina de Baiona.
A primeira vez que o Bubbles lá passou, vinhamos de Finisterre, ainda confuso com a duvida do farol de Montedor versus Mercado do Bolhão, acreditou que as Cyes eram as Ilhas Britânicas, por causa do nevoeiro.
Ficou tristissimo quando lhe dissemos que não, que eram só ilhas galegas.
Pois.

joao veiga disse...

Em primeiro plano os recifes do cabo Sileiro, os tais que um dos meus imediatos confundiu com um submarino, pois na ansia de apanhar vento, arribou para leste mais do que devia, indo direito a eles.
(Vinhamos para Sul, de regresso, e o vento era SW, fraco)
Eu na altura não estava no meu quarto.
Não, o imediato nessa viagem não era o Bubbles, nem foi a primeira viagem a Baiona, foi para aí a décima.

garina do mar disse...

estes não são os do cabo Silleiro.. hão-de ser os de Monterreal... os do cabo ficam mais para a esquerda (ou para sudoeste).. esta foto tem ar de ter sido tirada mesmo de Baiona..
mas da última vez que estive em Baiona fui muito mal recebida.. nem com o cartão da ANL me queriam deixar entrar na marina.. só deixaram quando disse que estava à procura de um iate..