03 fevereiro 2008

Peixes "da" Madeira (2): no Garajau


Para além dos meros (semi?) domesticados que por lá andavam, encontrei também
um engraçado
peixe-trombeta (Aulostomus strigosus), que fiquei a saber que é da família dos cavalos marinhos!

Assisti ao "namoro" de duas garoupas (Serranus atricauda)...






E ainda vi o que me disseram ser uma "garoupa amarela", mas que pela "Fish Base" mais parece ser um badejo (Mycteroperca fusca).
Fosse o que fosse era um bocado estranho. Andava lá ao pé dos meros, mas não me pareceu domesticado...
28 metros. 51 minutos! com uma garrafa de 10 litros...

15 comentários:

Laurus nobilis disse...

A Madeira não conheço... mas pelos vistos também tem o seu "quê" abaixo da superfície do mar! Garoupas amarelas é que não sabia que existiam; também me inclino mais para o badejo...

garina do mar disse...

a Madeira (e o Porto Santo) têm sobretudo uma visibilidade extraordinária!!
não há muitas algas e vida "agarrada" às rochas... mas há uns cardumes enoooormes!!
é... eles por lá diziam que era albino(a)??

Ricardo Cordeiro disse...

É um badejo Mycteroperca fusca, com a particularidade de ser amarelo, situação que só ocorre na Madeira... Bela foto! Também vi muitos badejos por lá, mas só normais. :-(

As restantes fotos também estão boas. Parabéns!

garina do mar disse...

obrigada Ricardo!! o que me vale são estes meus amigos especialistas em fauna marinha
;)
e estes peixes eram fotogénicos ;)

mas sabes que, na "Fish Base" está uma foto de um (ainda sujeita a confirmação) tirada nas Canárias...

Ricardo Cordeiro disse...

É possível... da Madeira às Canárias é um pulinho...

garina do mar disse...

aah... será que foi este que foi lá de fim de semana? ;)

Ricardo Cordeiro disse...

Já não duvido de nada... há ai um livro onde alguns meros andam a passear pelas ilhas dos Açores... :p

garina do mar disse...

a passear como? meros que foram vistos em vários sítios?
eu pensava que eles eram assim pro "caseiro"...

Ricardo Cordeiro disse...

Os dos Açores são especiais, um que tem residência na Caloura (São Miguel) aparece no Faial e os do Caneiro dos Meros (Corvo) aparecem nas Flores, Graciosa e Faial. São muito viajados... :D

P.S.: um verdadeiro fluxo génico.

garina do mar disse...

fluxo génico?
traduza lá isso pra leigos Sôdôtôr ;)

Ricardo Cordeiro disse...

Fluxo genético

garina do mar disse...

wikipédia?!?
não arranjas nada melhor? ;)
mas pronto assumo que pelo menos a "tradução" seja correcta... fluxo migratório não é?

Ricardo Cordeiro disse...

Foi o que apareceu primeiro! Se o MN serve de referência no Wiki, é porque o Wiki é mesmo um excelente site! ;-)

Posso sempre recomendar um livro de genética de populações, por exemplo.

Fluxo migratório, génico e genético é tudo a mesma coisa!

nautilus disse...

Que peixe tão amarelinho! Fica muito bem no fundo azul.

Mas o que eu andei a perder.
Peixes estranhos numas águas transparentes. Meros e badejos que se passeiam entre ilhas.
Estes também dão para grelhar? Ou são melhor assados? :)

Obrigado Ricardo, mas tenho algumas dúvidas que o Wiki seja um excelente site :)

Ricardo Cordeiro disse...

Não é perfeito, mas o conceito agrada-me muito.