12 junho 2007

Berlengas 2007

O porto de Peniche ficou a abarrotar, com os veleiros do
XII Cruzeiro à Berlenga, organizado pela AVELA:

À espera de embarcar, no "veleiro mais bonito do mundo, quiçá da ria de Aveiro"

23 comentários:

Laurus nobilis disse...

Quiçá, não...! De certeza!

LisbonGirl disse...

Bonito e com um bonito nome!

garina do mar disse...

é do João Veiga! o GO da excursão...

A VER NAVIOS disse...

Ora, pois, outra coisa não era de esperar.
Ganda fim de semana,pois.

nautilus disse...

Tem bom aspecto o Véronique!
GO?

garina do mar disse...

GO = Gentil Organisador
lembrei-me de um "egípcio" que se inscreveu como legionário a pensar que estava a inscrever-se num programa de férias...
aqui também houve "uns" que iam passar um fim de semana "sossegadinho" entre Peniche, a Nazaré e a Berlenga e apanharam de tudo: vento a mais, vento a menos, bebida a mais, sardinhas a menos... etc.etc....

BLUE MOON I disse...

Mais ou menos.....

garina do mar disse...

bem me parecia...

Anónimo disse...

Que aquela ferradura do lado esquerdo atrás e a panela em cima de uns ferros?

garina do mar disse...

oh senhor anónimo! então não sabe que o "pessoal" que anda no mar é muito supersticioso? por isso a ferradura é para dar sorte, e neste caso MUITA sorte que a ferradura é MUITO grande!!

a panela só não sei se é a dos rojões se é a do "pu'é" de castanhas! se estivesse no mastro, diria que era a do "pu'é".. assim tão pra ré inclino-me mais para ser a dos rojões e estarem bem controlados pelo armador!!

Anónimo disse...

Pensava que a ferradura como é muita grande era para dar sorte, porque dizem que isso de andar no mar é muita perigoso, chamam-lhe heróis do mar.
A panela deve ser para os rojões, para as castanhas e quem sabe para terem água quente.
Sou um zero nestas coisas e caí neste blog sem querer e achei-o muito interessante
Como é que a panela se aquece ser ter uma fogueira por baixo?
É a gás? Tem um cano para levar o gás? Sempre havia de se ver uma ponta de lume. Podia estar desligada.
Estas coisas fazem-me muita confusão porque é que a panela não está no chão a coisa tornava-se mais fácil

Anónimo disse...

Desculpe-me estive a pensar a pensar será que a panela é um tacho

nautilus disse...

Caro anónimo
Terá razão relativamente ao tacho, pelo formato não pode ser mesmo uma panela.
Quanto ao seu funcionamento, parece-me que será a electricidade. Julgo ver ali um cabo eléctrico.
Eventualmente estará certo sobre a água quente e daí a altura do "tacho" (para dar pressão) que nesse caso será um termoacumulador, que bastante jeito deve dar neste nosso clima instável.
E ainda bem que achou interessante o nosso blog. Volte sempre, assim poderá aprender mais algumas coisas sobre o Mar e os Navios e etc..

Anónimo disse...

sr. Nautilos sou da cova da beira nunca tinha visto barcos assim fiquei admirado acredito na explicação.
observei a fotografia que parece ter um cabo eléctrico com um canozinho ao lado que parace ser a chaminé do tacho ou da panela de pressão para largar o vapor de agua
vou passar a visitar este blog que é bom para se saber coisas de barcos praias montanhas rios albufeiras do Mar e os Navios e etc..
Obrigadinho

nautilus disse...

Cá o esperamos caro anónimo.
Mas quando voltar, arranje um pseudónimo, assim um nome que pode ser a fingir e tudo. É que anónimos há muitos e depois é difícil distingui-los.
E obrigado pela visita.

Anónimo disse...

Muito obrigado sr. Nautilus.
Agradeço a sua atenção e benevolência
O Cova da Beira

A VER NAVIOS disse...

Oh João:
Esta é imperdoavél
Então amarras o "Veronique" à popa, só com um spring e um través, com outras embarcações atracadas a ti de braço dado?
Onde está o lancante para "jogar" com o spring de vante?
Nem parecem coisas de um dos skippers mais famosos de Portugal, qiçá, o mais famoso de Aveiro, pois,

Laurus nobilis disse...

ó Sr. Anónimo, desculpe mudar de assunto mas, já que é da zona, aproveito para lhe perguntar o que é que aconteceu às cerejas da Cova da Beira este ano? Aqui em Lisboa só conseguimos comprar das espanholas e, sinceramente, não prestam para nada!!!

Anónimo disse...

Sr. Laurus Nobilis
o que se passa em Lisboa não sei é a capital o resto é paisagem . O que vejo pelos meus arredores é muita gente à beira da estrada a vender cerejas proveias compreias são muito ricas e portuguesinhas

Anónimo disse...

Desculpe sr Laorus Nobilis o sr disse-me para assinar
O Cova da Beira.

Laurus nobilis disse...

Sim, Sr. Cova da Beira, ainda bem que vai havendo umas à beira da estrada, porque as "de plástico" que se vendem por aqui não são grande coisa!

nautilus disse...

Mas olhe Sr. "O Cova da Beira", trouxeram-me a semana passada umas cerejas do Fundão, acabadinhas de colher da árvore, que não eram nada de especial.
E o ano passado as dessas árvores eram bem boas.
E então, se não for querer saber de mais, é de que zona da Cova da Beira?

Anónimo disse...

sr. nautilus sou da Covilhã vivo na Peraboa no Salgueirinho. Cá as cerejas são as melhores.
Não sei o que se passa em Lisboa.
Obrigadinho
Cova da Beira