06 outubro 2007

Salemas, na Pedra do Guincho

video

Uma experiência, a testar o vídeo da minha máquinazinha fotográfica.
A ideia é copiada dos
Momentos Subaquáticos do Ricardo Cordeiro, que tem uns vídeos fabulosos dos mares dos Açores.
É uma verdade que o vídeo ilustra de outra forma o mundo subaquático!!

10 comentários:

joao veiga disse...

É mais forte que eu:
Conheço um restaurante em Saint Jacint sur Mer que as serve fritinhas com arroz de tomate, delicious....
(ao som do Grupo de Cantares de Manhouce, numa gravação de 82, comprada numa exibição ao vivo, na Casa do Povo de Cacia, com a Silvestre de uma voz muito mais fresca, enfim, é a vida)

garina do mar disse...

salemas? comem-se? nos Açores há aos montes e não são peixe comercial, acho eu... enfim, come-se cada coisa!!
agora os Cantares de Manhouce e a Silvestre esses ouvem-se bem ;)

Eugénio disse...

Garina, estás em forma, um destes dias estás a fazer reportagens para o National Geografic;)
Parabens pela fotografia com movimento.

Ricardo Cordeiro disse...

O meu professor/orientador de ictiologia relata várias vezes uma receita muito complicada de peixe, que termina com atirar o peixe para o lixo ou pela janela. As salemas são um exemplo! Eheheh! Mas sim, encontra-se, por vezes, nos mercados açorianos as famosas salemas. Eu cá salemas só mesmo em mergulho ou em aulas de ictiologia.

Já agora, bela ideia essa de fazer vídeos sobre a vida subaquática e colocá-los na net. :p

BLUE MOON I disse...

O que importa: O video traz vida à imagem; Perde no entanto a magia do instante . É uma tentação, eu sei.

garina do mar disse...

uma bela ideia... pois é Ricardo! onde terei eu aprendido isto? ;)
confesso que normalmente prefiro a fotografia...
mas há vezes em que o vídeo pode ser muito interessante.. por exemplo para mostrar a dimensão de um cardume (filmei um enorme de bicudas na ponta Garça mas ficou fraquito!), ou o bailado de uma manta...
mas tem duas desvantagens grandes: gasta muito "cartão" e mais bateria, ou seja obriga a mudar ambos ou a descarregar/carregar entre mergulhos o que é menos prático, mas assim uma brincadeirazinha de vez em quando vale a pena!!

Laurus nobilis disse...

E pronto... a evolução tecnológica chegou ao Milhas Náuticas! Para experiência, está bastante bom... curtinho, mas bom!

garina do mar disse...

este filme curtinho tem 20 Mb!!! e demorou cerca de 20 min a carregar, depois de várias tentativas falhadas...

nautilus disse...

Bem, parece que teremos que ir provar as salemas do João Veiga. Se é que são salemas, porque a minha ideia sempre foi de que não prestavam para nada.
Mas o filme está giro Miúda. De vez em quando podes pôr um, mas olha que prefiro as fotografias, vão mais ao detalhe.

Anónimo disse...

Não liguem, o João Veiga já não distingue uma salema, dum sargo, duma xoupa ou duma dourada. Por isso é que ele diz que lhas serviram fritas... salemas, BAHHH, até os gatos fogem delas.