31 julho 2007

Lughnasadh

É a última grande festividade do ano celta.

Conhecida como Lughnasadh, Véspera de Agosto ou Primeiro Festival da Colheita, era originalmente celebrada pelos antigos sacerdotes druídas num ritual onde, no seu termo, alguns grãos da colheita eram escolhidos para o elixir doirado da cerveja. A Terra-Mãe acabou de propiciar aos seus filhos as searas e os rebanhos e, a partir deste momento, podem-se celebrar os casamentos, já que não só se acabaram os grandes trabalhos do campo, como também existe a oportunidade para se efectuarem os convites para as bodas.

(Fotografia de Marques Valentim)

Sem ser verdadeiramente assinalada numa grande festa cristã, Lughnasadh reconhece-se ainda numa multiplicidade de festas locais, festas de um santo protector, romarias, etc. O mês de Agosto, coincide também com a época do mês irlandês da Lua de Cevada.

4 comentários:

viriato disse...

A terra comporta-se como um ser vivo e a energia fluiu em benefício das colheitas e da vida.

Celebremos e honremos então, esta grande comunhão entre o homem e a natureza!

Laurus nobilis disse...

É isso mesmo, caro Viriato...
Bela mensagem!

garina do mar disse...

que bela seara!! muito bem escolhida já que o Lughnasadh é essencialmente a celebração da "terra"...

nautilus disse...

Mais uma "efeméride" que deixei passar. Mas desta nunca me lembro, se não fosse o Laurus