05 julho 2007

Manta reef: uma "estação de limpeza" para Mantas (no Tofo)

As "cleaning stations" ("estações de limpeza"?) são locais onde se sabe que é provável encontrar mantas. Esses sítios estão cheios de "peixinhos limpadores" que comem os parasitas que se agarram às mantas. Um caso de simbiose: as mantas ficam limpinhas e os peixinhos bem alimentados!
As estações de limpeza reconhecem-se porque normalmente os recifes estão revestidos de algas incrustantes.
E depois, há peixinhos por todo o lado,
de diversas "marcas" porque têm todos funções diferentes,
e numa roda-viva constante enquanto esperam pelo "cliente"

6 comentários:

Laurus nobilis disse...

Começo a aprender alguma coisa sobre mantas; não sabia da existência destas "estações de limpeza"...

Laurus nobilis disse...

Há um livro do Hans Hass, chamado "O Demónio do Mar Vermelho", exactamente sobre estas simpáticas e estranhas "aves" dos oceanos.

garina do mar disse...

esse não conheço... só o dos corais e tubarões!!
mas também, até mergulhar num sítio destes agora, não fazia ideia que existiam... sabia das "acções de limpeza", mas não sabia que havia locais preferenciais!!

nautilus disse...

É verdade. Sempre a aprender!
Acho que nunca vi tantos peixes juntos. Deste tamanho, dos mais pequenos sim.
Os azuis estão com ar de festa. Deve ter sido bom o banquete. Ou então é a expcattiva que os deixa eufóricos.
Mas não se vêem mantas, Miúda!

Laurus nobilis disse...

Tens razão ó Grande Nautilus... não se vêem mantas... por acaso não tens a "estação de limpeza" com uma ou duas mantas estacionadas por lá?

garina do mar disse...

estacionadas não tenho... só em aproximação à "box"!!