25 junho 2007

Mina de São Domingos - a Tapada Grande

A albufeira da Tapada Grande, junto à Mina de São Domingos: A Tapada Grande, numa "photogravura" do livro "Do Minho ao Algarve", de Eduardo de Noronha, editado em 1909: Um dos arranjos das margens da albufeira:

5 comentários:

garina do mar disse...

tão lindo!! do livro do meu bisavô!!! é muito giro esse livro.. tenho que ver se descubro um para mim..
a Tapada Grande está a ficar muito arranjadinha.. ouvi dizer que era uma praia fluvial de sucesso

Laurus nobilis disse...

Bolas! Dois dias fora e aparecem imensas coisa que ainda não vi. Tenho alguns livros do Eduardo de Noronha em casa, mas este não. Vou lançar um pedido de ajuda a uns amigos que têm imensos baús em casa uns dos outros e talvez se consiga encontrar o escrito.

Este local, para além de ser muito bonito, está bem composto em termos de envolvente. É só pena ser pouco conhecido... ou, se calhar, ainda bem!

nautilus disse...

Ao contrário do que dizes esta praia fluvial é muito conhecida e mesmo demasiado frequentada no Verão. O que dá para imaginar: margem esquerda do Guadiana, é mesmo preciso uma alternativa ao mar.

A VER NAVIOS disse...

Caros "sócios" do Milhas Nauticas, V. Exas :);) estão a dar-me a volta à cabeça. Com tanta coisa linda para ver e visitar no nosso país não sei para onde ir passar uma semanita de férias.

nautilus disse...

É verdade que não é fácil escolher. Mas já tem aqui dois bons roteiros: o Cávado/Minho e o Guadiana/Alentejo. Tem é que atirar a moeda ao ar para decidir se faz proa ao Norte ou ao Sul. Ou ver para onde é que o vento sopra de feição.