09 maio 2007

A aterragem

da cegonha (a sul do cabo Sardão)

11 comentários:

Laurus nobilis disse...

Uma aterragem cheia de precisão! Esta é das que só nidificam ou ficam sempre por cá?

calypso disse...

Linda aterragem! mas então... e as fotos de Moçambique? já se esgotaram?

nautilus disse...

Muito interessante. E uma grande sorte. Como é que adivinhaste que a cegonha ia aterrar?

garina do mar disse...

cegonha: esta era nova por cá! ainda tinha medo das pessoas por isso é que a apanhei a aterrar.. porque fugiu quando cheguei e depois não "aterrava" por muito quietinha que eu estivesse!! foi preciso ir para longe do ninho até ela se decidir... as do cabo Sardão por exemplo já estão tão habituadas às pessoas que não ligam nenhuma!!

fotos de Moçambique: não esgotaram não... tirei umas mil e tal!!! mesmo que só ponha aqui um terço delas... mas não pode ser só Moçambique... não gostaste destas calypso?

calypso disse...

Gostei muito!

A VER NAVIOS disse...

Garina do Mar:
Esta ave, cegonha (que não é), alcatraz, cagarra, gaivota ou gaivotinha,chamem-lhe o que quiserem, se reparar bem, é a minha imagem de marca no NOSEOMAR.
Estou orgulhoso por ter colocado estas fotografias lindíssimas.
Obrigado.

BLUE MOON I disse...

E eu tenho penas de as fotografias não " abrirem"; É de propósito???

nautilus disse...

Infelizmente é de propósito. Dá-nos mais trabalho, mas depois do que umas pessoas "simpáticas" andaram a fazer com as nossas fotografias, tem que ser assim.

garina do mar disse...

oh A Ver Navios! claro que é uma cegonha!! tenho umas boas dezenas de fotos da dita, tantas foram as voltas que ela deu até aterrar...

JCP disse...

E evidente que o pintor de aviões (e barcos) não pode ficar indiferente a frente de uma tão perfeita atterragem : trajectoria, ângulo de descida, escolha do ponto de contacto, "full flaps", trem e naris baixo, tal e qual ao Concorde...
Que talento, porque a pista era curtissima.

Bela sequência!

garina do mar disse...

boa! ganhámos a explicação técnica da aterragem!!