22 maio 2010

Os grous do Alentejo interior

Hoje a importância da biodiversidade é assinalada duplamente: 2010 foi escolhido como o ano internacional da biodiversidade e, todos os anos, a 22 de Maio comemora-se o dia internacional da diversidade biológica. O tema escolhido para 22 de Maio de 2010 é "biodiversidade, desenvolvimento e redução da pobreza".
A ideia base é "reconhecer a contribuição da biodiversidade para o bem estar da humanidade".
Mas será que é só assim? Se a biodiversidade é importante para o Homem, se tem sido o Homem o grande responsável pela diminuição drástica de biodiversidade, também é verdade que sem a ajuda do Homem seria menor a diversidade biológica. Ou seja, cada vez é mais importante a parceria entre o Homem e a Natureza.
Como exemplo veja-se o caso dos grous, uma espécie vulnerável que vem passar o Inverno nos campos do interior alentejano: os campos que procuram são os campos agrícolas, de montado e de seara.
Se, por um lado, mudar para práticas agrícolas mais intensivas (e mais rentáveis), retira habitat aos grous e põe em risco a espécie, o abandono das terras (por falta de rentabilidade) produz o mesmo efeito. Ou seja, manter a biodiversidade não é sinónimo de acabar com a intervenção do Homem, antes pelo contrário: é preciso saber encontrar o equilíbrio.

Grous de papel num jardim japonês: no Japão os grous são o símbolo da paz, da longevidade e da boa sorte.

7 comentários:

garina do mar disse...

os grous são umas aves muito engraçadas! fazem uma chinfrineira a grasnar...
os de papel também são giros!

e pois, bem deviam pagar aos agricultores para manter determinados tipos de agricultura!! mas acabaram com as agro-ambientais...

Laurus nobilis disse...

Ena tantos... Pois, acabaram com as agro-ambientais e agora temos um interior cada vez mais desertificado, de Trás-os-Montes ao Algarve.

Direi mais... Na grande maioria dos casos, é a agricultura que é responsável pela conservação do meio ambiente, sendo impensável falar em maior diversidade biológica e num meio ambiente mais saudável, sem que ela exista.

Voz do Vento disse...

Só mesmo uma mente "brilhante" como a do Jaime Silva é que acabava com as agro-ambientais... Para além de ser Alentejo interior, onde é que foste dar com tantos bichos? A foto que tem os dois em pleno vôo, está óptima!

nautilus disse...

Os "bichos" são de locais diferentes: os de cima apanhei-os entre a Amareleja e Espanha, os outros a seguir em Espanha, perto de Mourão, os de baixo perto de Safara e os de papel descobri-os no festival de jardins de Ponte de Lima.

Navegante disse...

É engraçado ver a importância que este pássaro tem para o japoneses. Até há pouco tempo, a Japan Airlines(JAL), tinha um grou estampado na cauda dos aviões. Acho que há até uma lenda que diz que, quem fizer mil grous de papel com o pensamento no que deseja alcançar, terá bons resultados...

Eugénio disse...

Uff... estava farto de ler os nudibranquios.... :)
Gosto destes grous. Chegar perto para fotografar... é que é difícil.

nautilus disse...

Não é assim tão difícil Eugénio :)

O grasnar deles ouve-se bastante longe por isso é fácil localizá-los. E depois indo a pé, devagarinho, consegue-se chegar bastante perto.