16 julho 2009

Parque Natural da Serra da Estrela

No dia dos 33 anos do Parque Natural da Serra da Estrela (criado pelo Decreto-Lei n.º 557/76 de 16 de Julho), aqui ficam uns apontamentos de uma viagem que fiz, há uns Verões atrás, a este Parque. Mesmo (ou sobretudo?) no Verão merece uma visita.
O castelo de Linhares nas faldas a Norte
A lagoa Comprida no topo da serra
O vale glaciar do Zêzere
E os socalcos de Alvôco da Serra, nas faldas a Sul
"Belo monstro de xisto e de granito, com terra a encher-lhe os ocos do esqueleto, ondula sempre. Contorce-se aqui, alteia-se acolá, abaixa-se mais adiante, para se altear de novo..."
in "A lã e a neve" de Ferreira de Castro
Saiba mais sobre a visita ao Parque Natural no Portal do ICNB e na página da Região de Turismo

11 comentários:

Laurus nobilis disse...

Um dos livros do Ferreira de Castro que mais gosto! Um excelente retrato da Serra... Realmente, é no Verão que conseguimos ver e conhecer verdadeiramente a Serra mas, com neve, tem um encanto diferente, embora neste caso, só a possamos visitar... Boa reportagem!

garina do mar disse...

uma tramazeira!!! tão linda!!

e o Ferreira de Castro... o 1º livro que ele teve foi escrito pelo meu bisavô!! é aquele "Do Minho ao Algarve" de que já falámos...

a serra é bonita no Verão ;)

Viriato disse...

Que saudades! Tenho um carinho muito especial por estes montes!

garina do mar disse...

oh Viriato!!! tu se calhar nem aqui estivestes ;)

Viriato disse...

Claro que estive! Quando o fim se estava a aproximar, foram estes montes que deram guarida a mim e ao que restava dos meus homens.

garina do mar disse...

hummmm... bem sei que tens desculpa porque no teu tempo não havia muitos mapas mas, a tua geografia anda um bocado baralhada ;)

Viriato disse...

Embora as opiniões dos estudiosos actuais se dividam, garanto-te que estive lá! E não preciso de mapas para saber isso!

Laurus nobilis disse...

Tens de ler umas coisas que foram publicadas há pouco tempo. Depois empresto-te. Tudo indica, tanto quanto é possível saber-se com exactidão este tipo de coisas, que efectivamente esteve lá.

garina do mar disse...

pois... mas há livros de histórias e livros de História!! e não foi por ali que o Viriato se acolheu... de resto ele andou a vida toda por território que hoje é Espanha!!

Voz do Vento disse...

Cada um acredita nos autores que quer... Mas o Parque é fantástico, quer seja com ou sem neve.

nautilus disse...

Grandes teorias que andam por aqui!

É verdade que a neve dá sempre um encanto a qualquer sítio, mas aqui, enquanto não fecharem o acesso automóvel à Torre, durante o Inverno, vai ser sempre sinónimo de caos.