01 setembro 2008

Farol de Montedor

Latitude 41º 45,14' N
Longitude 08º 52,32' W
Principais características:
Altura: 28 m
Altitude: 103 m
Luz: Fl (2) W 9,5s
Alcance: 22 M
Óptica: 3ª ordem 500 mm
O primeiro farol da costa portuguesa para quem vem de Norte, localiza-se entre o rio Minho e Viana do Castelo.
A sua construção, decidida em 1758, só foi concretizada em 1908, tendo entrado em funcionamento a 20 de Março de 1910.
Fonte: "Faróis de Portugal", Marinha Portuguesa/Ciência Viva
A sereia, ou "ronca" localiza-se nos rochedos de Montedor
A lâmpada de 1000 w
A subir...
e a descer...

17 comentários:

Eugénio disse...

Mergulhaste num farol. Esse estou farto de o ver, mas sempre do mar, ainda não tive o prazer de o ver em terra.

garina do mar disse...

teve que ser!! a água por aqui é um bocado fria de mais ;)

também já vi este várias vezes a partir do mar...

Laurus nobilis disse...

Tem bom ar... Está quase a fazer 100 anos o que, diga-se de passagem, é uma idade respeitável.
Gosto do vídeo! As escadas fazem pensar antes de subir... mas como é um esforço para chegar à "Luz", deve valer a pena!

garina do mar disse...

o de Saint Mathieu tem mais degraus e como é todo de granito incluindo o pilar central as escadas são mais estreitinhas... mas não sei se os faroleiros achavam assim tão "interessante" chegar à luz ;)

o vídeo saiu bem... felizmente que descobri como rodá-lo porque esqueço-me sempre que não posso filmar com a máquina ao alto ;(

joao veiga disse...

Ao largo de Montedor, o diálogo a seguir em BHF:
--NBB Beronique chama Marina de Biana crrrr
--Aqui Marina de Biana, diga crrrrr
--Oh pá nunca entrei em Biana, pode dizer-me onde é a Marina crrrr
--Está a ber a ponte ? crrr
(eu estaba, a ponte ferroviaria e de carros)
--Estoueee crrrr
--Então benha até lá que quando chegar agente lebanta-a para o senhor entrareee crrrr

Berdade!!!!

garina do mar disse...

pontes há muitas...
;)

nautilus disse...

Os faróis são "personagens" fascinantes. Quer pelo aspecto, quer pela função que têm.

Confesso que andaei por aqui perto mas este está tão bem disfarçado no promontório que nem me lembrei de o ir espreitar.
O vídeo é giro :) Ligaram a lâmpada para os visitantes verem?

Não me parece que o Eiffel achasse muita graça a ver a ponte dele ser levantada :) Mas penso que a da "marina" é de rodar, não é?

Ana Maria Lopes disse...

Olá:
Gosto sempre de ver tratado e estudado um farol.Desta vez, é o de Montedor. Nunca fui visitar esse, assim como muitos outros. Dediquei ao Farol da Barra dois posts, no Marintimidades, pois fez 115 anos. Já o visitou? A vista, lá do alto, em dias limpos, é deslumbrante. Fica o convite, embora os seus 271 degraus sejam de respeito. O elevador está, presentemente, avariado. Bons mergulhos.

garina do mar disse...

olá Ana Maria! não, nunca visitei o farol de Aveiro ;( hei-de ir um dia destes... mas do que sei o farol só começou a funcionar em Outubro ;) não conta quando foi inaugurado!!!

nas visitas da Ciência Viva costuma ligar um bocadinho a lâmpada para os visitantes verem...

Ana Maria Lopes disse...

Sim, a data da inauguração oficial é 31 de Agosto e a 15 de Outubro, deu luz, pela primeira vez. São lembradas as duas datas.

nautilus disse...

Afinal as inaugurações antes de as "coisas" estarem prontas já é moda antiga.

Eugénio disse...

Engraçado, eu tb fui dado à luz em 15 de Outubro :)
por isso não me vou esquecer mais de quando o farol deu à luz

garina do mar disse...

e também fazes 115 anos?

Sara disse...

O de Montedor nunca o avistei sequer, agora o da Barra....já subi (e desci) aqueles degraus todos....e vale bem a pena :)

garina do mar disse...

hei-de lá chegar ;)
talvez agora nos 115 anos...

barcoantigo disse...

Olha o ultimo farol onde vivi. A ronca está muda e queda faz anos...pareço um velho pescadoar a virar as costas ao velho barco alquebrado, mas os farois andam pelas ruas da amargura, sei do que falo pois sou geração de faroleiros, e em quase todos vivi, velhos tempos...
Abraço deste lado da penedia

garina do mar disse...

olá Barcoantigo ;) deve ter muitas histórias para contar!!
e os faróis mesmo semi-abandonados não deixam de ser "objectos" fascinantes em localizações espectaculares...