08 junho 2008

Oceanos: mundiais ou "locais"?

Hoje é o dia mundial dos Oceanos, tal como foi definido na Cimeira Mundial da Terra em 1992.
Estranhamente, foi praticamente ignorado tanto em Portugal (apenas foi assinalado pelo Oceanário) como a nível da União Europeia. E isto porquê? Porque em Portugal criaram um Dia Nacional do Mar e na Europa um dia Europeu. Faz algum sentido? O Atlântico que é o "nosso" Oceano também o é de mais 3 continentes. Imaginem que os americanos descobriam uma maneira de pôr o lixo e a poluição deles fora das suas águas territoriais? Com a corrente do golfo e os ventos dominantes, parece-me que a Europa estava um bocado "tramada", com os Açores à cabeça.

Por isso aqui ficam algumas espécies da
"Vida Marinha dos Açores"
para nos lembrarmos que temos de proteger os Oceanos na sua globalidade e não apenas a "ondinha" que enrola na nossa praia.
E se quiser que este dia passe a fazer parte do calendário das Nações Unidas, assine a petição.

5 comentários:

Ana Maria Lopes disse...

Os diversos dias dedicados ao mar, o nacional, o internacional e o dia do pescador, fazem com que eu nunca fixe bem quando é. Até, porque me parece que tiveram mudanças. Já agora, consulte hoje o Marintimidades dedicado ao Creoula. Imagino que vai gostar.
Saudações bloguísticas.

Laurus nobilis disse...

Realmente... assim ninguém se entende em relação ao que é realmente importante assinalar!

nautilus disse...

Eu sempre ouvi dizer que o Mar não tem fronteiras. Mesmo quando se trata de mares interiores não sei se existe algum que "pertença" a um único país. Por isso voto num Dia Mundial.

E não restam dúvidas que esta "nossa" vida marinha tem que ser protegida.

BLUE MOON I disse...

Bom dia GM, muito bom dia.
Lucida, esta apreciação. Só podia.
Vamos lá assinar a petição , tendo em atenção que o MAR DA PALHA é nosso, só nosso, muito nosso.

garina do mar disse...

pois é...
mas o que é realmente importante é o Mar!!

ou o Mar Oceano como alguém lhe chamou...
quanto ao mar da Palha... se calhar foi por querermos um mar só nosso que de grandes nos tornámos pequeninos ;(