11 maio 2008

Estuário do Espírito Santo

O rio Espírito Santo (em cima visto da zona da Matola em direcção à foz) é um braço de mar onde desembocam 4 rios: o Matola, o Umbeluzi, o Tembe e o Infulene.
(carta obtida na cartoteca de www.tvciência.pt)
Já cá fora (em baixo o estuário visto do Polana), desaguam também o rio Maputo, a Sul, e o Incomáti, a Norte.

Nos Açores (bem longe deste estuário) está agora a ser festejado o Espírito Santo, sete semanas depois da Páscoa como "manda a regra". Que dita também que amanhã é o dia dos Açores.

15 comentários:

sara disse...

Muito a propósito...:)))

Laurus nobilis disse...

Portanto... se bem percebo, o rio Espírito Santo "é alimentado" por estes 4 rios e, por sua vez, vai desaguar na baía de Lourenço Marques! Certo?

garina do mar disse...

não... o rio Espírito Santo desagua na baia do Espírito Santo, ou na baía Delagoa (que era o nome antigo)

Laurus nobilis disse...

Que em direcção ao mar, antecede a baía de Lourenço Marques... ou não?

garina do mar disse...

também não... acho que durante uns tempos houve quem lhe quisesse dar esse nome... mas é assim, o primeiro é o que fica ;)

garina do mar disse...

a ideia era essa Sara!! como há falta de tempo... junta-se tudo!! e um não desmerece os outros ;)

Laurus nobilis disse...

Já percebi! Mas olha que foi o D.JoãoIII que lhe deu o nome de Lourenço Marques e o Homem reinou já lá vão uns anitos... Assim seja! Bem bonita esta Baía Delagoa, já que o primeiro nome é o que conta...

garina do mar disse...

quem? só em 1800 e tal é que houve uma povoação portuguesa naquele local!! até aí foi sempre baía de Lagoa... que era um nome bem mais bonito do que qualquer outro que lhe foi dado a seguir!!!

Laurus nobilis disse...

Andámos por lá bastante tempo, antes de estabelecermos uma feitoria propriamente dita; mas realmente, a baía esteve abandonada por nós durante um longo período, chegando a ser estabelecida uma feitoria holandesa e, depois, uma austríaca, sem que houvesse conflito com os portugueses. Só em 1781 é que corremos definitivamente com essa gente. Agora, quanto ao nome, foi-lhe dado pelo rei D. João III em honra do explorador Lourenço Marques, que a baptizou de Baía do Espírito Santo, quando por lá andou!

garina do mar disse...

há muita gente que gosta de mudar o nome às coisas... em Moçambique há muitos casos desses!! que nunca "pegaram"...

e agora chama-se baía de Maputo, que é o nome do principal rio que lá desagua... e o rio Espírito Santo continua a chamar-se rio Espírito Santo (parece que há uns que tem mais respeito pelas "coisas antigas" do que outros)

nautilus disse...

Eu confesso que prefiro a baía de Lagoa ao estuário do Espírito Santo. O rio traz uma água muito barrenta e só cá fora é que se dilui. Porque depois junto das ilhas já é bem transparente e azul.

Mas foi uma boa "associação" Um Bom Dia aos Açores!

garina do mar disse...

na Beira a água do mar também é barrenta por causa do rio... mas não é poluída ;)

Ricardo Cordeiro disse...

Quem quiser comer massa sovada e rosquilhas do Espírito Santo é só aparecer na Madalena do Pico. Também ofereço um cházinho! :p

garina do mar disse...

ooh! agora não dá para ir ;(
não consegues mandar através do MN?
;)

Marieke disse...

De voltaaaaaaaaaaaaaa!!!!! E com belas fotos....vemo-nos por aí