13 agosto 2007

Parque Marinho Luiz Saldanha

Criado em 1998 e com 52 km2, faz parte integrante do Parque Natural da Arrábida e abrange a área marinha entre a Serra da Arrábida - praia da Figueirinha - e o Cabo Espichel - praia da Foz.
Para ajudar a preservar e a recuperar a biodiversidade deste Parque Marinho foi criado o projecto BIOMARES que inclui acções como:
- a instalação de amarrações “amigas do ambiente” (poitas fixas com sistemas de esticadores e destorcedores, com uma bóia à superfície) e de um cais flutuante no Portinho da Arrábida para acesso às embarcações;
- a recuperação das pradarias de ervas marinhas do Portinho da Arrábida, transplantando plantas (Zostera marina, Zostera noltii e Cymodocea nodosa) do Estuário do Sado, rio Mira e Ria Formosa;
- a informação e sensibilização da opinião pública e utilizadores sobre a biodiversidade e a importância da sua preservação e valorização, incluindo uma exposição permanente no Museu Oceanográfico da Arrábida;
- a caracterização e o mapeamento exaustivo dos habitats dos fundos marinhos do Parque e zona envolvente até aos 100 metros de profundidade;
- estudos de monitorização e acompanhamento dos efeitos destas medidas e do plano de ordenamento do Parque.
No âmbito do projecto foi feita uma brochura com o Zonamento
e os principais aspectos do Regulamento do Parque Marinho.
Nota: o mergulho do artigo anterior foi a nascente do local assinalado como Guincho e está em Área de Protecção Parcial.

5 comentários:

LisbonGirl disse...

Muito bem! Bom pojecto!

garina do mar disse...

também me pareceu!!
e aceitam voluntários...
parece que "pagam" em "Ss" ;)

nautilus disse...

Que boa iniciativa!
Pode ser que assim a Arrábida recupere mais depressa. Eu não me ofereço para plantar algas que a água por aqui é demasiado fria para mergulhar, mas talvez possa dar alguma ajuda na componente de informação.

Anónimo disse...

olá!
gostámos muito do PROJECTO!

Anónimo disse...

olá!
gostámos muito do projecto!
=D