07 agosto 2007

No Creoula... de Génova a Barcelona: a festa

E a noite foi de festa:
O luar banhava o "porto velho" e os antigos armazéns de algodão.


E o Creoula, iluminado, festejava os dois prémios que tinha recebido:
- o do navio que, pela postura, camaradagem e apresentação, mais representa o espírito da regata!
- e o do instruendo, neste caso a Marta, que, com 15 anos, foi considerada quem mais evoluiu, contribuiu e beneficiou da regata.

3 comentários:

joao veiga disse...

Verde que te quiero verde.
Verde viento. Verde inveja.
El barco sobre la mar
y el caballo en la montaña

LisbonGirl disse...

Lindíssimas fotos!

Parabéns ao Creoula e à Marta!

nautilus disse...

Parabéns também, apesar de fora de horas. E à Miúda por se lembrar destas coisas.