30 abril 2016

Bom Beltaine!

Chegou (finalmente!) a estação clara. Que o sol nos ilumine e seja fonte de vida.
Votos de bom Beltaine a todos!

28 abril 2016

De regresso ao Pulo do Lobo

Calhou ir para as bandas de Mértola e, de facto, vale bem a pena o desvio.
Quer pelo acidente geológico-fluvial, com este abrupto estreitamento do leito do rio,

quer pelo espectáculo da água a correr,

e ainda pelas formas que a erosão deu às rochas: mais agrestes as sujeitas à erosão da chuva e do vento

e mais arredondadas as buriladas pela água.

22 abril 2016

Fósseis

 Muitas vezes,
 passamos por eles
 e nem pensamos
 no tempo que demoraram a formar-se...

14 abril 2016

Covão da Ametade: o rio Zêzere

Nascido no Cântaro Magro, despenha-se em cascatas até chegar a uma zona de pequenas lagoas no Covão da Ametade.

Depois assume a forma de rio,
que é canalizado no troço que atravessa a zona dos parques de campismo e de merendas.

E por fim inicia a descida da serra,
através do vale glaciar.

08 abril 2016

Covão da Ametade (2)


O Covão da Ametade localiza-se no início da descida para Manteigas, a partir das Penhas da Saúde e corresponde àquele bosque de bétulas no centro da foto. No Verão, com as bétulas cheias de folhas, será mais visível na paisagem.
É uma zona aplanada, dominada pelo Cântaro Magro que se vê através das árvores na foto de cima e já mais descoberto a partir de uma grande clareira.
No local existe um parque de campismo, que dizem que funciona todo o ano mas não vi ninguém por lá, e também um parque de merendas muito aprazível à sombra das bétulas e à beira do Zêzere.