14 outubro 2010

Barlavento Algarvio III

Chocos

11 comentários:

garina do mar disse...

tão cómicos!!!
a primeira foto parece uma pintura... e na segunda o choco quase que parece uma alforreca!! está com um ar tão etéreo ;)

mas são uns bichos giros, gosto de os ver a deambular debaixo de água...

Navegante disse...

Gosto especialemente da primeira e da última. Pelas fotos que tens vindo a pôr, a visibilidade parece ter estado boa...

nautilus disse...

Ena! Tantos primos :)

E bem apanhados, todos com cores diferentes, disfarçando-se na envolvente. Agora com máquina nova tens que começar também a fazer uns vídeos.

Voz do Vento disse...

Belos exemplares! Sabem que os chocos têm uma capacidade de camuflagem superior à do camaleão?

Já agora, como é que gostam mais? Com ou sem tinta?

Anónimo disse...

Fritos, sem tinta.

Laurus nobilis disse...

Frito é bom... Mas prefiro grelhados, sem tinta e regados ao de leve, com um azeite de Trás-os-Montes...

garina do mar disse...

"choco frito"... que saudades!! já não como há tanto tempo...
tenho que ir a Setúbal ver se "pesco" uns ;)

Pedro disse...

As fotos aqui neste blog são sempre muito boas mas aquela do choco lá de cima está verdadeiramente espantosa. Parabéns!

Laurus nobilis disse...

Caro Pedro,

Muito obrigado pelo elogio. Fico contente de ter gostado. Até breve.

ricardo cordeiro disse...

Belos exemplares para se ver debaixo de água e no prato! Este ano estive em Faro e não perdi a oportunidade de comer choco (não há aqui pelas ilhas).

Laurus nobilis disse...

Sim... É um dos poucos defeitos que os Açores têm...