03 junho 2010

João Aguiar

"A água estava morna. Sentiu-a no corpo, era como se estivesse nu. Um longo, delicioso abraço, à medida que avançava para o meio do rio. Onde te escondes, deusa, onde é o trono em que te sentas?"
"Em frente. Sempre em frente. Não tenhas medo."
in "Uma Deusa na Bruma" de João Aguiar

4 comentários:

garina do mar disse...

uma bonita homenagem!!!
terá chegado aos braços da Deusa?

Laurus nobilis disse...

Claro! Os que acreditam, chegam sempre lá...

nautilus disse...

Gosto muito de alguns dos livros dele.
E a série para crianças tinha piada.
É pena...

Voz do Vento disse...

E que falta vão fazer os seus livros. Comecei na "Voz dos Deuses" e, depois, foram todos!