21 março 2008

Laurissilva, uma floresta muito "especial"

Neste dia Mundial da Floresta, queremos mostrar uma das florestas mais antigas do Mundo: a Floresta Laurissilva, cuja origem remonta ao Terciário.
Nas zonas altas do Oeste e Noroeste da ilha da Madeira, subsiste a maior mancha contínua do Mundo deste tipo de floresta.

Será também a que apresenta maior diversidade de espécies e o melhor estado de conservação, tendo representados todos os estratos característicos deste tipo de formação.
Muitas destas espécies são "primas" do
Laurus Nobilis (também uma das árvores mais antigas do Mundo),
tal como o Laurus azorica, em cima,
e estes magníficos Tils (Ocotea foetens) que "encontrei" no Fanal.

9 comentários:

morgane the fairy disse...

Esta floresta é lindíssima! Tão diferente das "minhas". Mais uma que terei que conhecer. Laurus Nobilis tens umas primas muito bonitas :)

Sofia disse...

Feliz Dia Mundial da Floresta!

Laurus nobilis disse...

Sim, mas estas primas também não as conheço... A expedição já está pensada, mas ainda não encontrei um buraco na agenda. Mas que as primas são bastante bonitas, é um facto!

Marieke disse...

Duas efemérides tão perto uma da outra..e tudo a ver...Natureza...verde...esperança...Poesia..Viva o Dia Mundial da Floresta e da Poesia

garina do mar disse...

olá Morgana!! sempre presente nestas ocasiões ;)

tens que arranjar tempo árvorezinha ;)
é um lindo passeio...

e a nossa Floresta bem merece ser celebrada!!

Ricardo Cordeiro disse...

Muito especial, muito rica e bela!

nautilus disse...

A floresta Laurissilva é mesmo muito interessante. E penso que é Património da Humanidade.

Também ainda não vim para estes lados da ilha da Madeira, só conheço as "bordas". Para a próxima vou ter que subir. Sim, porque é uma falta não conhecer as primas do Laurus Nobilis :)

Helena disse...

A Laurissilva é Património Mundial Natural da UNESCO desde 1999. De qualquer forma este galardão não serve de muito, se plantas invasoras agressivas a ameaçam e mesmo a um nível mais global hajam alterações climatéricas, que como nós sabemos são cada vez mais evidentes.

garina do mar disse...

é verdade Helena, mas é um factor positivo ser Património Mundial! e sempre ajuda a proteger esta floresta espectacular ;)