09 março 2008

Continuando no Rio Douro...

in "Terras Portuguesas" IV - Douro, publicação da SHELL Portuguesa SARL

13 comentários:

nautilus disse...

Espectacular! Barcos lindíssimos.
Já há muito tempo que não nos trazias tesouros do teu baú.

O maior parece um rabelo e o outro é o quê?

garina do mar disse...

que vela tão bonita!! tão bem enfunadinha!! dá mesmo vontade de entrar no barco e seguir viagem...

Marieke disse...

Mas..atenção aos mastros nas pontes..

navegante disse...

Parece-me ser um rabelo, mas dos mais pequenos...

Laurus nobilis disse...

Embora não seja grande entendido em Barcos Rabelos, a legenda desta fotografia diz "Barcos Rabelos" ou seja, fala no plural pelo que, o nosso amigo Navegante deve ter razão.

garina do mar disse...

pode ser... também tem um daqueles grandes remos que serve para dirigir o barco: a espadela!!

garina do mar disse...

pois é Marieke! as pontes e os mastros são um problema... ou se vai pro mar ou se fica no rio!! u tira-se o mastro ;)

Laurus nobilis disse...

É engraçado que os entendidos nunca chegaram a nenhuma conclusão sobre a origem do Rabelo, já que tem características nórdicas, mediterrâneas e orientais, sem que nenhuma apresente predominância sobre qualquer das outras.

Sofia disse...

E o Baú do Amigo a Ver Navios, o que lhe terá acontecido? Que pena...

garina do mar disse...

ao baú do A Ver Navios felizmente não aconteceu nada!! nós é que lhe perdemos o acesso ;(

Anónimo disse...

Cara Senhora !
Só agora me apercebi desta curiosa discussão sobre os rabelos do Douro. Disseram-me em tempos que são descendentes das rás do Egipto, com a diferença da construção em madeira substituir o papiro original.
O nome Rabelo julgo ser a definição comum a todos os barcos deste tipo, contudo tem outros nomes consoante a utilização que lhes é dada. Por ex. o Valboeiro atravessa o rio com gentes de Valbom, o areeiro transporta areia, o Rabão utiliza-se para diversas cargas, o Carquejeiro transportava carqueja, etc., etc.
Em relação às fotos publicadas a embarcação em 1º plano parece ser do transporte de vinho, enquanto que o que está em 2º plano é semelhante aos Rabelos que faziam o transporte de carvão e minério das minas do Pejão.
Creio que de todos eles o mais interessante é o barco de Arnelas, que lhe enviarei logo que possível.
Cumprimentos, Reimar

garina do mar disse...

caro senhor Reimar! muito obrigada pelas suas explicações!!
andávamos a tentar descobrir as diferenças/semelhanças entre os barcos e deu-nos uma boa ajuda ;)

Laurus nobilis disse...

Senhor Reimar, obrigado pelo seu contributo. Embora diferentes, ambos os barcos têm as linhas dos Rabelos, mas mesmo assim geraram-se algumas dúvidas. Ficámos esclarecidos!