18 março 2007

Água em movimento (muito) lento...

No Algar do Carvão, na ilha Terceira, a infiltração da água, através de rochas e escórias, dissolve minerais férricos e de sílica e vem dar origem a depósitos de limonite mais avermelhados (oxidação do ferro) e a estalactites de cor branca e leitosa (sílica) .

7 comentários:

Laurus nobilis disse...

sim... é realmente água em movimento muito lento...

mch disse...

O que mostra quew a chamada "pintura abstracta" está mal designada. Afinal os pintores são mesmo visionarios

garina do mar disse...

visionários? ou copistas da realidade?

nautilus disse...

Parece-me que têm ambos razão. A natureza é uma obra de arte. Resta ver se a pintura abstracta pretende ser mesmo uma abstracção do que existe ou uma reprodução de algo que o pintor sabe ou pressente que existe.

nautilus disse...

Eu diria mais Laurus Nobilis! Lentíssimo. Mas movimento.

mch disse...

Hum.... nenhum criador copia seja o que fôr. Isso acontece muito nos bancos da escolinha, nos corredores dos neo-conservadores e nos falsários. Tipo os poderes da mente, da consciência. Vejam o Bosch ( o jerónimo não a motoserra). Visões puras

garina do mar disse...

não me parece que o Bosch, Jeronimus ou não, conseguisse pintar uma coisa tão linda como esta!! ainda por cima ele não tinha lá muito jeito ;)