22 abril 2017

Anta-Capela de S. Dinis

Alguns católicos, sempre tiveram a mania de se apropriar de tudo por onde passavam... À sua imagem e semelhança...
Sobretudo, quando se trata de lógicas e religiosidades que nunca entenderam.
Foi o que aconteceu em Pavia... Transformaram uma anta, numa capela, que acaba por estar hoje quase no meio da localidade.

Aconteceu no século XVII. Enfim... Apesar da falta de respeito pelos outros, mais antigos, que por lá passaram, continua a ser um local de culto...

15 abril 2017

Mar transparente


Mesmo quando está (quase) sossegado,

o nosso mar é muito bonito.






07 abril 2017

Moinho da Pipa


Quando se vai para Noudar, seguindo em frente em vez de atravessar a ponte sobre a ribeira Múrtega, cerca de 100 metros depois, damos com uma zona mais larga, onde termina a estrada e está, na parede de rocha, uma estatueta da Senhora da Pipa. Um pouco mais à frente, à beira de um caminho, vê-se um açude e um moinho de água.

Este moinho já não funciona, mas a estrutura foi recuperada

e dá para imaginar como seria o seu funcionamento.

O moinho da Pipa está classificado e fica aqui hoje para assinalar o Dia Nacional dos Moinhos que se celebra a 7 de Abril.

A paisagem à volta é muito bonita com as formações rochosas e a vegetação reflectidas na água, ou seja vale a pena fazer o desvio.

02 abril 2017

Santa Maria Manuela

Construído para a pesca do bacalhau, o Santa Maria Manuela é o irmão gémeo do Argus, do Gazela I e do Creoula.
Sendo um dos poucos sobreviventes da Frota Branca Portuguesa, é uma testemunha viva dessa epopeia, só comparável à dos Descobrimentos Portugueses.
 Hoje, sai da Marina da Expo em direcção a Greenwich, onde, de 16 a 26 de Abril, irá efectuar uma viagem de 1040 milhas náuticas até Sines.
Algumas fotografias do descanso, antes de se fazer ao mar.

26 março 2017

Monte da Abegoaria


Quem passa na estrada de Mourão para a Amareleja decerto já viu do lado esquerdo uma placa que indica "Monte da Abegoaria" e, ao longe, este lindíssimo conjunto edificado. Já várias vezes tinha ido ao "google" tentar perceber o que seria este monte mas sem sucesso, nem sequer é património classificado municipal.

Há uns anos tentei seguir a estrada indicada pela placa mas o caminho estava tão mau que acabei por desistir. Desta vez pareceu-me que a estrada tinha sido arranjada e entrei mesmo.

Junto aos portões deu para perceber que o monte estava em obras. Uma pessoa que veio até ao portão disse-me que o monte tinha sido comprado há pouco tempo e que estava a ser arranjado. E confirmou que a estrada era nova. Comentei que dava para um bom hotel ou pousada e o senhor respondeu que seria uma possibilidade dado que os donos eram amigos dos "senhores do Pestana".

Não pedi para entrar. Talvez numa próxima...

Na área envolvente deu gosto ver a cor da terra e que os campos estavam a ser trabalhados.

19 março 2017

Fundação Oceano Azul


No dia 17 foi apresentada a Fundação Oceano Azul que surge na sequência da concessão do Oceanário de Lisboa pela Sociedade Francisco Manuel dos Santos.

A Fundação assume como Missão "Contribuir para um Oceano produtivo e saudável em benefício do nosso Planeta", tendo como Visão "Um oceano saudável é essencial para o desenvolvimento da humanidade".

A actuação da Fundação baseia-se no motto “Do Ponto de Vista do Oceano” que transformou em três pilares de acção:
    Literacia - Preparar uma geração azul através de programas educacionais para crianças de idade escolar e aumentar a percepção do público sobre o desafio da sustentabilidade dos oceanos, dando sempre uma voz ao oceano.
    Conservação - Proteger, valorizar e promover o nosso capital natural azul, apoiando as áreas marinhas protegidas e outras utilizações sustentáveis do oceano.
    Capacitação - Promover a gestão integrada do oceano, baseada em valores éticos e baseados em conhecimento científico; apoio a uma economia azul inovadora e amiga do ambiente.

Oxalá seja um sucesso!

Mais sobre a Fundação Oceano Azul aqui.

12 março 2017

Salpicos...

Quando tudo fazia prever que o Sol e o calor iam chegar por uns tempos,
a temperatura desceu e o céu nublou.
Assim, recordar uns salpicos quando fazia bom tempo no Algarve, na semana que antecedeu o fim de 2016, faz-me bem...

04 março 2017

Mais umas ondas, no cabo Raso


Este Inverno tem estado "produtivo" em termos de ondas...
Ontem calhou ir para as bandas de Cascais e pelo sim pelo não levei a máquina.

Lembrei-me das fotografias que a "miúda" tirou no cabo Raso e fui até lá.

Ia seguir até mais longe, talvez até ao Abano, mas começou a ficar "escuro" e a caírem uns pingos

e em boa hora me vim-me embora: a carga de água que caiu foi boa para tirar o sal do carro.

25 fevereiro 2017

O Dineo passou pelo Tofo


Há uns anos foi o Favio, que também fez alguns estragos na zona de Inhambane.
Desta vez foi o Dineo, que passou mesmo por cima do Tofo.
Espero que esteja tudo bem por lá, uma praia que é tão bonita ao nascer do sol,

durante o dia


e ao por do sol.

Tenho que lá voltar...

18 fevereiro 2017

Terminal de Cruzeiros do porto de Leixões


Calhou há dias ir lá a um evento: além de gare marítima o Terminal de Cruzeiros tem também a função de espaço para eventos e ainda aloja os laboratórios e os cerca de 300 investigadores do CIIMAR.
Foi agora eleito como "edifício público do ano":
(clique na imagem para saber mais)

As paredes são forradas de azulejos cerâmicos da Vista Alegre, "arrumados aleatoriamente" para parecerem escamas de peixe.

O edifício desenvolve-se em torno de um núcleo central iluminado com luz natural e o acesso aos pisos superiores faz-se através de uma rampa que envolve o núcleo central.

No primeiro piso está a gare marítima, que proporciona um acesso de nível aos navios (ao fundo (vê-se mal), está o passadiço extensível que liga este corredor ao navio). Neste piso há também um espaço para eventos.

O 2º piso alberga o centro de investigação e, no 3º piso, está um grande espaço aberto envidraçado onde existe também um restaurante (ao fundo) e um auditório.

Alguns detalhes: um aspecto exterior do lado do futuro porto de recreio

e a entrada no 3º piso


Se tiverem oportunidade visitem. O evento onde estive permitiu visitar o edifício e ainda tive a oportunidade de assistir a um pôr do sol fabuloso sobre o mar.
Mais aqui.