05 setembro 2011

Pela costa alentejana...

8 comentários:

Navegante disse...

Mar Português! Eis um dos nossos bens mais preciosos!

Voz do Vento disse...

Bonito, o contra-luz.

joao madail veiga disse...

Como há 600 anos, não temos mais nada, só o Mar e a nossa Inteligência.
Só fomos alguma coisa quando nos esquecemos que estavamos na Europa, (estamos?) e fomos por aí fora.

Laurus nobilis disse...

Tenho impressão que há mais de 600 anos... Quando nos tornámos independentes, de certa forma, voltámos as costas à Europa. Vindo daquele lado, só tivemos problemas. Restou-nos tudo onde se podia chegar por Mar. Estes tipos de agora têm de perceber que, sem nos voltarmos novamente para o Mar e sem outro Portugal que não o continental, vamos acabar por asfixiar, a não ser que tenhamos um qualquer golpe de sorte...

joao madail veiga disse...

"...
--Hoje sente-se indiano?
--Não, indiano não, mas às vezes sinto-me goês.
--E Português?
--Isso já não sei. O que é um Português?
A pergunta apanhou-me desprevenido. Hesitei:
--Bem, antes de mais, suponho, um europeu.
--Os Portugueses, europeus ?-Riu-se com mansidão.
--Nunca o foram. Não o eram antes e não o são hoje. Quando conseguirem que Portugal se transforme sinceramente numa nação europeia o País deixará de existir. Repare : os Portugueses construíram uma identidade por oposição à Europa, ao reino de Castela, e como estavam encurralados lançaram-se ao Mar e vieram até aqui, fundaram o Brasil, colonizaram Africa. Ou seja, escolheram não ser europeus
..."
J E Agualuza in Um Estranho em Goa

Laurus nobilis disse...

É mesmo isso! Subscrevo inteiramente!

nautilus disse...

Tantos brilhos! É bonito o nosso mar

garina do mar disse...

um mar de diamantes!!!! por isso é que é a nossa riqueza...