26 dezembro 2009

Mergulho na "Praia das Conchas"

Também na costa Norte da ilha, onde existe uma crista rochosa que atravessa o areal.
Para além dos "vestígios terrestres"...
a areia estava "semeada" de enguias de jardim e de anémonas de todas as cores (que olhando de repente até pareciam ouriços).
Nas rochas havia alguns camarões e lagostins mas nada de muito especial
27,4 metros. 41 minutos. E a água quentinha.

19 dezembro 2009

Um passeio na Bretanha: de regresso a Saint Mathieu

O número 10 do passeio à Bretanha.


E desta vez com bom tempo!


O farol pode ser visto aqui
e a envolvente aqui.
Mas a praça da abadia também é muito bonita.

18 dezembro 2009

12 dezembro 2009

Mergulho na "Lagoa Azul"

Na zona chamada "fundão".
Primeiro demos de caras com este cavaco enorme (parece que por lá não é espécie muito apreciada)!
Mas os peixes eram pequeninos...



e havia
muitos restos
de redes e
linhas de pesca,
algumas já
bem antigas.




Se não fosse a temperatura da água

e os "peixes soldado", nem se diria que estávamos em águas tropicais.



31,3 metros! 30 minutos! E água a 27ºC

06 dezembro 2009

Floresta e cascatas

No Parque Natural Obô.




São Nicolau











e Bombaim
e um corte de estrada para animar o passeio...

01 dezembro 2009

Cumprir Portugal!

Fazem hoje 369 anos que muitos quiseram a independência. A nós, tal como dizia o poeta, só nos falta cumprir Portugal!
in capa do livro "O Último Conjurado" de Isabel Ricardo Amaral - Carlos Silva sobre estampa de Roque Gameiro

27 novembro 2009

"Há vidas mais baratas..."

... mas não são tão boas!"
A "miúda" mandou estas fotos com este recado.
Mas não nos autorizou a revelar onde anda a passear desta vez...

23 novembro 2009

Um passeio na Bretanha: a península de Crozon

O 6 do mapa é uma península curiosa, porque é uma península com várias penínsulas.
Entre duas delas, numa enseada virada a Norte e protegida por uma torre Vauban e pela igreja de Notre Dame de Rocamadour, localiza-se Camaret-sur-Mer, com uma marginal de casas coloridas. Também é curiosa a forma como "arrumam" os Optimists ao fim do dia.
Da ponta de Toulinguet (com acesso vedado por ser domínio militar) vê-se a ponta de Penhir.
E desta vê-se a ponta de Toulinguet, os rochedos que a prolongam mar adentro e, ao fundo, a ponta de Saint Mathieu que já mostrámos por aqui.
Um pouco mais para sul, localiza-se a ponta de Dinan, com o seu "falso castelo"
E já a caminho do cabo de la Chèvre, a praia de La Palud é famosa pelo seu cordão dunar e as ondas para surf.
Há mais sítios bonitos por ali, como a praia de Morgat e os alinhamentos de Penhir e mais umas aldeias de pedra muito bem conservadas. Mas só deu para fotografar nos intervalos da "condensação"...

14 novembro 2009

Almádena e Boca do Rio

A poente da ponta de Almádena (ao fundo), fica a praia da Boca do Rio, na foz da ribeira de Budens.
Sobre a praia localiza-se o forte da Boca do Rio, ou de São Luis de Almádena, mandado construir, no início do século XVII, por D. Luís de Sousa, conde de Prado e Governador do Algarve, sobre as ruínas de um antigo castelo medieval (www.monumentos.pt).
A poente da praia existe um conjunto de ruínas lusitano-romanas, parcialmente visíveis no areal, parcialmente subterradas, estando algumas estruturas expostas no Museu Regional de Lagos.
Outra ruína é esta estranha construção de betão, inacabada, localizada na base da Ponta de Almádena. Um passeio marginal? um cais de acostagem?

05 novembro 2009

Burgau e arredores

Fim de tarde
Lua cheia
A caminho da praia dos Rebolos
Praia dos Rebolos e Ponta da Almádena

31 outubro 2009

Samhain

A ribeira d'Argent, em Huelgoat, corre serenamente na floresta, mas, de repente, precipita-se
video
e desaparece debaixo de um caos de blocos, durante mais de 150 metros
para depois reaparecer, a caminho do "espelho das fadas"
Será uma passagem para o Sid? Cabe a cada um de nós descobrir...
A estação clara dá agora lugar à estação escura e a um novo ano que começa. Feliz Ano Novo

26 outubro 2009

Eduardo de Noronha, escritor e jornalista

Faz hoje 150 anos que nasceu Eduardo de Noronha, escritor e jornalista, de quem já mostrámos aqui alguns livros. Na sua carreira de militar em Moçambique, elaborou e desenhou, em 1894, este "Esboço da carta do distrito de Lourenço Marques".
Pequena nota biográfica
José Eduardo Alves de Noronha, nasceu em Lisboa a 26 de Outubro de 1859.
Foi autor de mais de uma centena de obras, na maioria, romances históricos e biografias e algumas monografias, como (cronologicamente): O Distrito de Lourenço Marques e a África do Sul, a História das Touradas, José do Telhado e José do Telhado em África, A Ambição d'um Rei, No Brasil - Uma Epopeia Marítima, O Herói de Chaimite - Mousinho de Albuquerque, Da Madeira ao Alto Zambeze e Do Minho ao Algarve (escolhidos em concurso para prémio aos alunos das escolas primárias; foi o primeiro livro de Ferreira de Castro), O Último Marquês de Nisa, À Porta da Havanesa, O Conde de Farrobo e a sua Época, Estroinas e Estroinices, O Remexido, Pina Manique, O Rei Marinheiro (D. Luis I), Afonso de Albuquerque, História de Portugal para os Pequeninos, Mousinho de Albuquerque e Augusto de Castilho.
Na sua carreira de jornalista Eduardo de Noronha foi redactor do “Novidades”, convidado em 1895, por Emídio Navarro, colaborador do Jornal de Notícias, desde 1897, tendo-se responsabilizado, a partir de 1929, pelas colunas Cartas de Lisboa e Revista Internacional, colaborador do Diário de Notícias, desde 1903, como crítico de teatro, iniciando, em 1906, as funções de redactor que desempenhou até 1923, director literário de “Os Serões” em 1909 e 1910 e ainda colaborador do Século e de outras publicações.
Para saber mais sobre Eduardo de Noronha e o ano de comemorações veja http://eduardodenoronha.blogspot.com.

19 outubro 2009

Porto de pesca da Caloura

Já o tínhamos mostrado aqui. Fica na ilha de São Miguel, no concelho de Lagoa.
Foi entretanto remodelado, com a construção de mais uns cais, mas esta remodelação, no entanto, parece não ser do agrado dos pescadores locais, dado que veio reduzir a área do plano de água sem ter aumentado a protecção contra a ondulação de Sul.